terça-feira, 11 de abril de 2017

IGREJAS DE ROMA BLINDADAS PARA A PÁSCOA



ROMA, 10 ABR (ANSA) – Por Chiara Acampora – Do centro à periferia, das igrejas principais às ruas com shoppings. Máxima atenção na capital italiana para as festividades da Páscoa, especialmente, sob a luz do alerta do terrorismo e dos recentes atentados na Suécia e no Egito.   
O centro histórico será super vigiado, com um reforço nos controles de acessos seja para carros ou para caminhões pesados – cheios ou não de mercadorias. Sob às lentes também estarão as áreas que receberão os eventos religiosos com o papa Francisco, como a área do Coliseu na celebração da Via Crucis de sexta-feira (14) bem como a Praça São Pedro, no Vaticano, no domingo (16).   
Sob extrema vigilância não estarão apenas as basílicas mais importantes, mas também as igrejas da periferia romana. Nesta segunda-feira (10), foi realizada uma reunião do Comitê Provincial pela Ordem e Segurança enquanto na próxima quarta-feira (12) está marcada uma Mesa Técnica na sede da polícia no qual serão detalhadas as medidas de segurança para o fim de semana.   
Apesar de não ter estimativas exatas, as autoridades esperam um grande fluxo de turistas em Roma durante os dias de Páscoa. Por isso, haverá um esquema especial de segurança também nos aeroportos, portos, estações e postos de controles nas estradas.   
Controles também serão feitas nas principais ruas da capital, onde romanos e turistas estarão presentes em massa, e também haverá um maior controle de veículos mais pesados – utilizados nos recentes atentados ocorridos na Suécia, Reino Unido e Nice.   
O assessor de Segurança da Prefeitura de Roma, Marco Cardilli, explicou que, durante a Via Crucis, a estação do metrô próxima ao Coliseu será fechada e o tráfico será interrompido já nos Foros Imperiais. E na área do Anfiteatro Flavio está previsto uma dupla checagem nos controles.   
“Para o domingo de Páscoa, será repetida a experiência positiva do último domingo de Ramos, com controles próximos à zona de San Pietro e a pedestrianização de uma vasta área na via della Conciliazone”, explicou Cardilli.   
Já a prefeita de Roma, Virginia Raggi, participando de uma cerimônia pelo aniversário da polícia de Estado, destacou que “a segurança é um tema que atinge a todos e a aproximação colaborativa entre todas as forças é o que garante a segurança”.   
(ANSA)


Nenhum comentário:

Postar um comentário